Conheça um pouco da história do MEBB

Lançado no dia 5 de agosto de 2010 na sede da Fundação Getúlio Vargas em São Paulo, o  Movimento Empresarial pela Biodiversidade – Brasil  (MEBB) teve como fundadores: Alcoa Alumínio S.A., Natura Cosméticos S.A., Vale S.A. e Walmart Brasil Ltda. e Organizações Não Governamentais, associações e instituições parceiras: ABERJE – Associação Brasileira de Comunicação Empresarial; CI-Brasil (Conservação Internacional – Brasil); FGVCes – Centro de Estudos em Sustentabilidade da Fundação Getúlio Vargas; Funbio – Fundo Brasileiro para Biodiversidade; Imazon – Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia; Ipê Instituto de Pesquisas Ecológicas; Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social; UEBT União para o BioComércio Ético e World Wide Fund For Nature – Brasil – WWF-Brasil.

Até o final de 2010 mais de 60 empresas e instituições haviam aderido ao MEBB. Seus representantes, organizados em plenárias e comitês, desenvolveram os documentos de governança do Movimento e representaram o MEBB nos eventos e encontros nas esferas públicas e privadas de discussão do tema biodiversidade, como a Conferência das Partes (COP-10) em Nagoya.

Em abril de 2011, ao lado de representantes de institutos, organizações, empresas, sociedade civil e pequenas comunidades, o MEBB reuniu-se em Brasília com autoridades do ministério do Meio Ambiente, encontro que deu início aos Diálogos da Biodiversidade – Construindo a Estratégia Brasileira para 2020. O MEBB liderou a participação do setor empresarial no processo de elaboração das metas brasileiras para cumprimento do plano estratégico da Convenção da Diversidade Biológica (CDB) 2010-2020 em diálogos com amplos setores da sociedade.

Também em 2011 o MEBB tornou-se parceiro do Barômetro de Biodiversidade da UEBT União para o BioComércio Ético que, por meio de pesquisa aplicada no mercado consumidor, avalia o nível de conhecimento sobre o assunto em diversos países.